O que são KPIs?

Created with Sketch.

O que são KPIs?

gráficos de kpi

Quem trabalha com marketing com certeza ouve muito falar de KPIs. Mas o que significa isso? Essa sigla, em inglês, é para Key Performance Indicator, que em português significa indicador-chave de desempenho.

Em uma estratégia, que pode ser uma campanha por exemplo, existem sempre dados a serem analisados. E é com eles que analisamos os indicadores que mais performam em um negócio, uma empresa ou até mesmo em um perfil pessoal, um influencer.

Através dos KPIs é possível entender em que pé estão seus números que mostram o desempenho, e por meio deles, traçar metas e objetivos mais realistas, como os objetivos SMART. É com eles também que profissionais de marketing sabem se sua estratégia de marketing está funcionando bem, o que precisa de mais atenção e até mesmo coisas que precisam de mudanças.

São vários os indicadores que podem ser medidos, mas cada um deve saber qual é o indicador que mais casa com seus objetivos. Você pode medir o número de visitas que seu blog teve, o número a mais de compras que sua loja online obteve, entre muitos outros.

Mas qual é a diferença entre KPI e métricas?

KPIs não são métricas, mas as métricas podem se tornar KPIs. Guarde bem essa frase. Essa confusão entre métricas e KPIs são muito comuns.

Enquanto os KPIs são os indicadores do desempenho, muito importantes para o seu negócio ou seu perfil, a métrica é apenas algo a ser medido. Mas quando essa métrica vira algo relevante para sua estratégia de campanha, aí ela passa a ser um KPI, um indicador chave.

Tenha em mente que KPIs são todos os dados que ajudam a entender os resultados que você teve e o funcionamento da sua estratégia. Mas não adianta nada se você não tiver outros dados que auxiliem a comparação entre eles.

Por isso, tente colher os dados que sejam realmente relevantes para o seu crescimento ou do seu negócio.

Quais são os principais tipos de KPIs?

Confira abaixo os KPIs mais utilizados nos negócios e estratégias digitais:

– Taxa de conversão

A taxa de conversão é o número de pessoas que tomam uma ação com base na sua estratégia. Por exemplo, se você quer que os usuários se cadastrem na sua newsletter, você teve criar uma estratégia que os convença disso. O número de pessoas que de fato se cadastrarem, é o resultado da taxa de conversão.

– Origem do tráfego

Saber de onde vem seu tráfego é importante para fazer ajustes no seu conteúdo. Um dado importante de se notar é a taxa de rejeição, se está alta.

Por exemplo: se os visitantes do seu blog que vem do Instagram contribuem para o aumento da taxa de rejeição, então você sabe que pode mexer e alterar esse conteúdo, para que os links e assuntos coincidam.

Lembre-se que existe o tráfego orgânico, quando o usuário pesquisa sobre um conteúdo e o encontra no seu blog, e o tráfego pago, através de anúncios patrocinados.

– Interações nas redes sociais

Aqui, cada curtida, comentário e compartilhamento dos seus posts contam! Só é preciso tomar cuidado com as métricas de vaidade. Isso porque talvez nem todas as curtidas e comentários tragam resultados financeiramente falando.

Leve em consideração os indicadores mais relevantes. Se o objetivo da sua campanha é crescer como perfil e alcançar muitas pessoas, então as curtidas e os comentários, e principalmente os compartilhamentos, quando usuários enviam seus posts para outras pessoas, são muito importantes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.